vagas para conciliador e mediador

Afinal qual é o trabalho e a remuneração de um Conciliador ou Mediador uma vez capacitado? Sabemos que hoje existem milhares de empresas que trabalham com os métodos adequados de resolução de conflitos. Desde empresas focadas na prestação desse serviço, como as câmaras privadas por exemplo, até empresas que utilizam os métodos dentro de seus departamentos. Então, prepare o seu currículo e conheça as 7 principais formas que os profissionais de conciliação e mediação podem buscar a sua profissionalização. [links com as principais vagas para conciliador e mediador no final da página]

As 7 principais fontes de vagas para conciliadores e mediadores

Câmaras privadas

As Câmaras Privadas são a principal fonte de remuneração para os Conciliadores e Mediadores extrajudiciais. Estas empresas atuam na resolução de conflitos de forma extrajudicial, amparados pela lei da Mediação, e demandam profissionais altamente qualificados. A forma de ingresso é por seleção, onde geralmente são analisadas as capacitações que o Conciliador e Mediador tem na área de sua competência, além do seu currículo e referências pessoais. Visto que há uma grande expectativa de que as câmaras obtenham grandes demandas em parceria com os Tribunais de Justiça, situação prevista no NCPC, assim como já acontece no TJRS.

Tribunais de justiça

Outra instituição que deverá oferecer muitas vagas para conciliadores e mediadores será o Poder Judiciário, porém nem todos os tribunais aderiram a essa realidade. A remuneração de mediadores e conciliadores está prevista tanto no artigo 169 do novo CPC (Lei nº 13.105/2015) quanto no artigo 13 da Lei da Mediação (Lei nº 13.140/2015), com previsão e possibilidade de concursos públicos. Inclusive, alguns Tribunais já estão no cumprimento, como: TJGO – TJCE – TJMT – TJRJ.

No entanto, obtivemos um grande passo para a consolidação dessa carreira no Brasil. O CNJ já definiu parâmetros nacionais para a remuneração de mediadores. Esse fato fez com os tribunais começassem a se reestruturar para se adequarem a essa nova demanda, é questão de tempo até que o País inteiro inicie o movimento em prol da profissionalização dos nossos profissionais, gerando inúmeras vagas para conciliadores e mediadores.

guia pratico de negociação, conciliação, mediação e arbitragem

Cartórios

Uma das grandes novidades de 2018 foi a possibilidade da realização de sessões de conciliação e mediação extrajudiciais através dos Cartórios. Esse ato foi normatizado através do provimento de nº 67 do CNJ. O que refletiu em uma ampliação enorme do leque de oportunidades e vagas para conciliadores e mediadores em todo o país. Em Brasília já se iniciou o movimento de reestruturação e inclusive podem ser encontrados cartórios que ofereçam esse tipo de serviço. É preciso ficar atento às oportunidades e procurar mais informações dentro dos próprios cartórios de sua cidade.

Universidades

Também incluída no rol de avanços para o nosso mercado em 2018, foi a inserção da disciplina de Mediação, conciliação e Arbitragem como matéria obrigatória na grade curricular dos cursos de Direito. Isso abriu uma grande oportunidade para que profissionais bem qualificados vislumbrem a possibilidade de atuação como professores universitários. E não estamos falando de números baixos, de acordo com o blog Leis e Negócios do Portal IG, o Brasil atualmente concentra mais faculdades de Direito do que o resto do mundo reunido. Ou seja estamos falando de uma oportunidade maciça para quem possui os requisitos mínimos para ministrar aulas no nível superior, ou seja: Pós-Graduação Lato Sensu(especialização e MBA) para instituições privadas ou uma Pós-Graduação Strictu Sensu(Mestrados e Doutorados) para universidades federais. Não basta apenas possuir um alto nível acadêmico é claro, o profissional também deve possuir uma boa vivência no assunto.

Mediador autônomo(ad hoc)

Muitos esquecem que essa é uma possibilidade não somente viável mas muito importante. O mediador autônomo é aquele que oferece os seus serviços em resolução de conflitos de forma individual. Ou seja, ele não precisa se vincular a nenhuma instituição para atuar. Para isso é necessário que ele desenvolva um bom trabalho de Marketing Pessoal. Isso quer dizer que ele deve saber se apresentar, pessoalmente e virtualmente, e explicar em poucas palavras o serviço que oferece. Uma boa forma de começar é divulgando os seus serviços para amigos e familiares.

Mediação Online

Não podemos deixar de lado neste artigo a importante realidade da indústria digital que vem tomando um espaço muito grande em toda a sociedade e não poderia ser diferente com o nosso ramo, certo? Em 2018 também foi o momento em que surgiram diversas empresas oferecendo o seu serviço como câmaras de mediação, conciliação e arbitragem online. Essas empresas cresceram exponencialmente devido à enorme praticidade e redução de custos que oferecem. Recebem mediadores de todo o país para processos seletivos similares aos realizados pelas câmaras privadas físicas.

Mediação Empresarial

Outra modalidade pouco conhecida é a possibilidade de atuação dentro das empresas. Sabemos que aonde existirem mais de 2 pessoas haverão conflitos, e isso pode ser positivo, se for bem administrado. Essa modalidade tem se desenvolvido bastante, especialmente em empresas que possuem uma quantidade de colaboradores muito elevada. O papel do gestor de conflitos dentro das empresas é focado em manter o clima organizacional saudável e promover a troca de ideias de forma produtiva. A forma de trabalho é por contratação e efetivação, variando das outras formas de trabalho do conciliador e mediador.

Os valores a título de remuneração podem variar a depender do nível de capacitação, horas de experiência e densidade de acordos. Apesar de não existir uma padronização profissional da mediação na forma de carreira, os parâmetros definidos pelo CNJ para os mediadores judiciais podem ser usados como referência nesse sentido.


Muito bem, para aqueles que já estão capacitados e prontos para atuar, deixaremos aqui algumas sugestões. Tome como base mas não se limite a essas opções! Caso conheça mais alguma sugestão, envie para a gente em [email protected]

Caso ainda não seja certificado não precisa se preocupar, separamos os principais cursos para que você comece da melhor forma! Mas aproveite enquanto as oportunidades estão amadurecidas..

mediador com braços cruzados                                mediadora com braços cruzados

ALGUNS FORMULÁRIOS DE CADASTRO DE CONCILIADORES E MEDIADORES:

BRASIL

CADASTRO PARA MEDIADOR JUDICIAL EM TRIBUNAIS DE JUSTIÇA E CNJ

CADASTRO PORTAL MEDIAR

CADASTRO MEDIAÇÃO ONLINE

CADASTRO LEEGOL

BRASÍLIA

CADASTRO VAMOS CONCILIAR

CADASTRO CBMAE

SÃO PAULO

CADASTRO ADVANCE CÂMARA

CADASTRO MEDIAR CONSENSO

MATO-GROSSO

CADASTRO ACORDIA

GOIÁIS

CADASTRO MISC

CEARÁ

CADASTRO IMECC

MARANHÃO

CADASTRO CBMAE-MA

PIAUÍ

CADASTRO QUERO ACORDO

Se você conhece outra câmara online ou física que se comunique através da internet, entre em contato. Busque por emails e telefones de atendimento e não tenha medo!