vaga

Afinal qual é o trabalho e a remuneração de um Conciliador ou Mediador uma vez capacitado? É fato que hoje temos centenas de empresas que trabalham com os métodos adequados de solução de conflitos, seja elas do ramo especifico, como as câmaras privadas ou empresas que utilizam os métodos dentro de sua organização.

As Câmaras Privadas são a principal fonte de remuneração dos conciliadores e Mediadores. Estas empresas atuam na resolução de conflitos de forma privada, amparados pela lei da Mediação, e precisam de profissionais altamente qualificados. A forma de ingresso é por seleção, onde geralmente são analisadas as capacitações que o Conciliador e Mediador tem na área de sua competência, além do seu currículo e referências pessoais, visto que há uma grande possibilidade das câmaras obterem grandes demandas em parceria com os Tribunais de Justiça, situação prevista no NCPC, assim como já acontece no TJRS.

O outro meio de remuneração seria através dos Tribunais de Justiça, porém nem todos ainda remuneram. A remuneração de mediadores e conciliadores está prevista tanto no artigo 169 do novo CPC (Lei nº 13.105/2015) quanto no artigo 13 da Lei da Mediação (Lei nº 13.140/2015), com previsão e possibilidade até de concursos. Alguns Tribunais já estão no cumprimento, como: TJGO – TJCE – TJMT – TJRJ.

Sabe-se também que o TJSP está em um impasse quanto ao pagamento da remuneração para “classe” (link). Na evolução natural dos MASC’s (Métodos Adequados de Solução de Conflitos) logo todos os Tribunais estarão remunerando, pois a recomendação é nacional.

A grande novidade é a possibilidade dos Cartórios extrajudiciais serem liberados oficialmente pelo CNJ para realizar conciliação e mediação, e esta novidade pode acontecer no primeiro semestre de 2018, ampliando assim o campo de atuação do conciliador e mediador.

Os valores a título de remuneração vão de R$ 50,00 a R$ 1.000,00 a hora trabalhada, dependendo do valor da causa e da capacitação do facilitador.

Apresentada as explicações sobre o assunto, para quem já é conciliador e mediador (quem não é ainda,  acesse), enviaremos aqui alguns links que recolhemos no acervo da internet, para que tome como parâmetro para sua busca pela atuação como Conciliador e/ou Mediador.

ALGUNS FORMULÁRIOS DE CADASTRO DE CONCILIADORES E MEDIADORES:

BRASIL

CADASTRO PARA MEDIADOR JUDICIAL EM TRIBUNAIS DE JUSTIÇA E CNJ

CADASTRO PORTAL MEDIAR

BRASÍLIA

CADASTRO VAMOS CONCILIAR

CADASTRO CBMAE

SÃO PAULO

CADASTRO ADVANCE CÂMARA

CADASTRO MEDIAR CONSENSO

MATO-GROSSO

CADASTRO ACORDIA

GOIÁIS

CADASTRO MISC

CEARÁ

CADASTRO IMECC

MARANHÃO

CADASTRO CBMAE-MA

PIAUÍ

CADASTRO QUERO ACORDO

Em outros lugares no acervo da internet há centenas de câmaras que não necessariamente tenham um formulário de cadastro de Conciliadores e Mediadores, mas que provavelmente atuam selecionando.